O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, atendeu ao pedido do Estado de Goiás e concedeu medida cautelar para que a União não faça o bloqueio de recursos devido ao não pagamento de parcelas de dois contratos de refinanciamento de dívidas no valor de R$ 8,5 bilhões. As parcelas mensais somam R$ 64,5 milhões.O pedido é para que as garantias não sejam ...