Governador de Goiás a partir de hoje, Ronaldo Caiado (DEM) projeta cortes de 25% a 30% nos gastos do Estado com as primeiras duas medidas: revisão de contratos e auditoria na folha de pessoal. Em entrevista concedida ao POPULAR, ele repetiu por três vezes que receberá o Estado com R$ 11 milhões em caixa e reafirmou que aposta as fichas na adesão ao regime de recuperaçã...
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários