Pirenópolis realiza de 2 a 6 de maio, a 4ª Edição da Festa Literária – Flipiri. Durante cinco dias, o município irá apresentar e discutir os encontros entre a literatura e a música, numa programação que inclui bate-papos, contações de histórias, declamação de poesias, shows, concertos musicais e saraus. As atrações se estenderão por vários palcos, como o Cine Pireneus, a Praça da Leitura, o Theatro Sebastião Pompeu de Pina, o Centro de Artes e Música, além de escolas públicas. A abertura oficial do evento será no dia 3, com um show da Banda Pequi.

Este ano, a Flipiri homenageia os escritores José Mendonça Teles, de Goiânia, e o pirenopolino Isócrates de Oliveira (1922-1999). Luis Fernando Veríssimo é o convidado nacional, que irá participar de bate-papo, mesa-redonda e sessão de autógrafos, além de um show com sua banda Jazz6, no dia 5 de maio, às 21 horas, no palco montado na Rua Direita.

A Festa Literária de Prenópolis vem promover a prática e a difusão do livro e da leitura, formar mediadores e estimuladores do ato de ler, e ainda renovar os acervos das salas de leitura com a doação de obras literárias dos autores convidados do evento. Um dos principais objetivos é estimular o hábito da leitura em crianças e jovens matriculadas na rede pública de ensino. Para isso, escolas municipais e estaduais receberão escritores nos dias 2, 3 e 4 de maio. Como preparação para as visitas dos autores, os alunos receberam previamente os livros desses escritores. Os encontros serão promovidos no ambiente escolar e também às margens do Rio das Almas.

A Flipiri também prima pela diversidade cultural e seus encontros com a literatura. Nas edições anteriores, a Festa teve como tema a cultura popular, o cinema e a poesia. Agora, a música será a vedete. Durante os dias do evento haverá apresentações de serestas, serenatas, alvoradas musicais com a Banda de Couro, oficinas de instrumentos musicais, concertos de música sacra e cortejo com a tradicional Banda Phoenix.

A cada edição, a Flipiri conquista mais espaços, amplia o número de autores participantes, de livros apresentados e de comunidades envolvidas. Segundo seus coordenadores, a festa deste ano deve envolver mais de seis mil alunos, com atividades que se estenderão para Cocalzinho, Corumbá, Pirenópolis e seus 10 povoados. Outra boa notícia é a participação de escritores não só da região Centro-Oeste, como também de São Paulo e Rio Grande do Sul.

A 4ª Flipiri é uma realização da Prefeitura de Pirenópolis em parceria com o Instituto Casa de Autores. O evento tem o patrocínio da Petrobras e BNDES e apoio do Governo de Goiás, Sebrae Goiás e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).