Infomercial

(Foto: Divulgação/Saneago)

No último dia 15, a Saneago realizou acordo com o Ministério Público que trata da não oneração do usuário quando da instalação do hidrômetro para novas ligações de água. No acordo, ficou estabelecido que a Companhia não cobrará os serviços de instalação, manutenção, conservação e aquisição de hidrômetros.

A Saneago entendeu como positivo o acordo realizado. Segundo o presidente da Companhia, Ricardo Soavinski, a atual gestão não concorda com a forma como era realizado o procedimento para novas ligações de água anteriormente. A Saneago buscou o acordo com o Ministério Público, por entender que a cobrança pela realização deste serviço era inadequada. “Nos comprometemos a cumprir o acordado e já adotamos outra prática para instalação de hidrômetros, mais correta e mais justa com o cliente”, completou o presidente.

Outro ponto do acordo foi a restituição dos valores pagos pelos consumidores que tiveram serviços de ligação de água executados entre 13/10/2004 a 16/02/2021. Para isso, o consumidor deverá realizar cadastro em ferramenta on-line, a ser disponibilizada pela Saneago no prazo de 45 dias. Com o cadastro e o devido preenchimento dos dados, os clientes que forem habilitados pelo sistema receberão a devolução do valor de R$93,37.

Combate à Covid-19

A Saneago realizou depósito de R$ 6.824.602,94 ao Fundo Estadual de Defesa do Consumidor. Por recomendação da Saneago e do Ministério Público de Goiás, este valor, decorrente dos danos morais coletivos, será revertido no combate à propagação da pandemia de Covid-19 em Goiás.

Para mais informações, clique aqui para acessar a íntegra do acordo.

https://www.saneago.com.br/noticia/msi/site/arquivos/noticiaspaginas/AcordoMP_%281623957797657%29.pdf

Navegue pelo assunto: