Estadão Conteúdo

Campeã com cinco vitórias e fazendo 3 a 0 sobre a toda poderosa Espanha, a seleção brasileira foi campeã com sobras da Copa das Confederações. O título que Felipão tanto pedia para mostrar ao mundo a força da sua equipe veio, mas nem o treinador previa que a campanha fosse tão boa.
 
A mensagem aos rivais foi dada, mas o treinador fez questão de ressaltar que na Copa a história será outra. "Não estava prevista (campanha tão boa). É um caminho que percorremos. A gente sabe que o resultado do jogo não representa o campeonato que vamos disputar aqui. Será muito mais forte, mas é um caminho que a gente pode trilhar com pouco mais de confiança. Isso que a gente quer", disse ele, ainda no gramado do Maracanã, antes da cerimônia de entrega das medalhas e da taça.
 
O treinador, que vinha elogiando a atitude da torcida desde o jogo contra a França, em Porto Alegre, na preparação para a competição, voltou a ressaltar a forma com que os brasileiros ajudaram a seleção a chegar à sua quarta conquista de Copa das Confederações.
 
"Cria-se uma situação favorável, um ambiente melhor. O que o povo tem feito por nós dentro de campo é maravilhoso, fantástico. Fica a lição: que a gente tem que ter isso como princípio. Amizade, união. fazer com que as cosias possam ser de todos através de um bom trabalho", comentou Felipão.
Escolha seu assunto favorito.
E-mail registrado com sucesso!
A partir de agora você receberá seus assuntos preferidos por e-mail.
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários