Folha Press

1
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Enquanto cidades do interior seguem fechadas, diante do avanço da pandemia de Covid-19, a capital paulista continua atuando nos protocolos para reabertura de equipamentos e estabelecimentos. Nesta sexta-feira (10), o prefeito Bruno Covas deverá dar detalhes da reabertura dos parques em São Paulo. Entre as regras previstas está o funcionamento apenas durante os dias de semana - o veto aos finais de semana ocorrerá para evitar aglomerações. O prefeito deve participar de entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi (zona oeste de SP), ao lado do governador João Doria (PSDB). A gestão passou a ser pressionada para fazer a reabertura dos equipamentos a céu aberto, após a controversa decisão do governo de liberar os shoppings. Covas também deve assinar o protocolo com academias de ginástica até sexta. As academias obtiveram autorização para reabrir com uma série de limitações como apenas por seis horas por dia, capacidade limitada, veto ao vestiário e realização de atividades individuais. No entanto, a reabertura ainda depende da aprovação da prefeitura. Covas e integrantes da gestão municipal têm se encontrado com representantes de diversos setores econômicos com este fim. Nesta quarta-feira (8), a prefeitura fechou protocolos com os setores de audiovisual, tatuagem e pesquisa. "São setores que em alguma medida que já poderiam estar funcionando desde a fase 2, mas preferiram ter uma cautela em apresentar protocolos de segurança, de higiene para cuidar da saúde de seus clientes e colaboradores. Então, a partir desses protocolos abrem com total segurança para receber seus clientes", disse a secretária de e Desenvolvimento Econômico e Trabalho da capital, Aline Cardoso.
Escolha seu assunto favorito.
E-mail registrado com sucesso!
A partir de agora você receberá seus assuntos preferidos por e-mail.
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários