O semblante de constrangimento de quem chega no Cemitério Parque, no setor Granja Cruzeiro do Sul, em Goiânia, é visível logo nos primeiros metros dentro do local. Já na entrada do cemitério, é possível ver túmulos abertos, caixões à mostra em lápides quebradas e até mesmos ossadas. Familiares que visitam entes queridos reclamam da situação do local, que deveria ser de ...
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários