Brasília ? O governo cortará R$ 50,1 bilhões em despesas previstas no Orçamento de 2011 à custa de combate a fraudes, adiamento do pagamento de sentenças judiciais, reestimativas e corte de "vento". Redução de despesas "na carne", mesmo, só R$ 13,1 bilhões. É o que revelam os dados divulgados ontem pelos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do P...