Redação O POPULAR

Duas reportagens, publicadas nas edições de ontem e hoje, chamam a atenção pela relação que têm entre si e por alertarem para a importância da Educação. A manchete de ontem mostra a crise enfrentada pela Universidade Federal de Goiás, importante instituição pública de ensino superior, que sofre com o contigenciamento de recursos. A redução do orçamento provocada pelos bloqueios atingiu situação crítica, deixando a universidade sem gás para incineração de toneladas de restos de animais na Faculdade de Veterinária e sem produtos básicos, como itens de limpeza. Pesquisas e bolsas são afetadas, causando um efeito cascata que, inevitavelmente afetará a qualidade de ensino.

Por outro lado, estudantes goianos mostram o valor da pesquisa e da ciência, destacando-se em olimpíadas de conhecimento. São adolescentes que revelam seus talentos, sagrando-se vitoriosos em competições internacionais, o que estimula o mergulho em estudos mais avançados. Trata-se de uma reserva de conhecimento que não pode ser desperdiçada e desencorajada com a falta de investimentos decorrente da escassez de recursos. O saber é condição essencial para o desenvolvimento econômico e social de um País, e jamais deve ficar em segundo plano.

Escolha seu assunto favorito.
E-mail registrado com sucesso!
A partir de agora você receberá seus assuntos preferidos por e-mail.

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários